Quem Sou Eu

cc

Sempre achei meio cabotino escrever mini-biografias na 3a pessoa, então vai na primeira mesmo. Carioca, solteiro, nascido em 1969, dois meses depois de Armstrong caminhar na Lua. Legítimo filho da Era Espacial, sempre gostei de tudo que tivesse a ver com tecnologia.

Assisti 2001 em uma reprise, saí do cinema com um par de orelhas enorme. Não entendi patavinas, mas adorei. Criado lendo Júlio Verne, só poderia dar nisso mesmo. Ganhei meu primeiro micro, um CP-200, no auge da Reserva de Mercado, uma época negra, digo, afro-brasileira, onde nossa independência tecnológica iria acontecer com a reinvenção da roda. Obviamente uma iniciativa apoiada por comunistas, generais e capitães de indústria estava fadada ao fracasso. Atrasamos o país 15 anos, ficamos presos a aberraões como o Clipper e o Carta Certa (com sua maravilhosa tecla ESC para confirmar aões) e a informática profissional perdeu interesse para mim.

cc  

Continuei como micreiro (era esse o termo, bem melhor que “internauta”) mas desviei minha atenção para outras áreas criativas. Fiz alguns cursos na Escola Superior de Propaganda e Marketing, e acabei prestando vestibular para Comunicação Social, mas confesso que o ambiente da Universidade Federal Fluminense não era o que eu esperava. Sempre tive uma expectativa muito prática do Mercado, a UFF trazia um mundo idealizado onde era feio ganhar dinheiro. Quase fui linchado quando sugeri utilizar a estrutura ociosa para produzirem comerciais de baixo custo em emissoras alternativas, dando assim experiência aos alunos. Disseram que eu estava propondo um “ensino tecnicista”. Concordei, afinal queria sair dali para trabalhar.

Início da Vida Profissional

Foi o que fiz, antes de terminar o primeiro ano já estava estagiando, na falecida Propaganda Versatta, onde fiz bons amigos, trabalhando com dois papas da proapaganda brasileira, Alcides Fidalgo e João Galhardo, que entre outras criaram os comerciais clássicos do Hollywood. Fiquei algum tempo lá, onde entre outras fiz o primeiro comercial do Enéas, para as Casas Veneza. Essa deu matéria de capa do caderno de economia do JB ? Saí de lá com um convite para a Ferrari propaganda, mas o diretor de criação era um psicopata completo. Meu diretor de arte, Eduardo Lisker, estourou junto comigo; pegamos as mochilas e fomos embora pra nunca mais voltar. Depois descambei para a Informática de novo. Sempre fugi da parte chata, como folhas de pagamento e controles de estoque, 98% de tudo que era feito em informática nos anos 80, mas o advento do Windows, ferramentas como o Ventura e o Pagemaker trouxeram um pouco de ar fresco. Fui me especializando em editoração eletrônica, até hoje algo que gosto de fazer. Nas horas vagas aprendi sobre topologia de redes, cabeamento, organização de diretórios, etc. O lado programador também melhorou. Nem acredito que tenha achado moderno o curso de cobol com programação estruturada que fiz, século passado.

 

cc

Alguns de meus livros. Vários ainda estão disponíveis.

 

Passei alguns anos trabalhando como enganador-high-tech até me decidir pela literatura. Escrevi onze livros, alguns best sellers na área técnica. Meu livro de Internet para Crianças chegou a estar listado como o mais vendido no Jornal do Brasil, mas meu maior orgulho é ter escrito o primeiro livro sobre Palmtops do Brasil. Sou usuário de Palms quase de primeira hora, meu primeiro PDA foi um Palmpilot Professional (tenho até hoje) comprado via Internet, numa época em que ninguém fazia isso. Nos últimos 5 anos me especializei em e-learning, tendo trabalhado na Cultura Inglesa Online, depois da Cultura Inglesa Off (meu ex-gerente odeia o termo) como Analista de Sistemas Sênior. Hoje depois de 5 anos, acabou o tesão. Saí, pedi as contas, precisava achar um norte na minha vida, já que o sul não deu certo. Depois de muita contemplação, decidi investir meu know-how na Internet, mais precisamente nos blogs.

O objetivo era me tornar o primeiro blogueiro profissional do Brasil. Não desenvolvedor-blogueiro, escritor-blogueiro, jornalista-blogueiro. Apenas blogueiro. Outras atividades que porventura apareçam complementarão os blogs, não o contrário. 

 

GADGETS

 

cc

 Minha ligação com tecnologia vem quase de berço. Mesmo não tendo muitos brinquedos, sempre consegui ter microscópios, kits do Meu Pequeno Químico e, mais tarde, computadores. Descobri os BBSs depois de brincar com o Videotexto na casa de um amigo. Com um modem de 1200bauds mandei minhas primeiras mensagens para a Digital Highway, depois fui membro do Unikey, terminando meus dias de BBSeiro na Infolink, já com um híbrido de BBS/Internet. Acompanhei o nascimento da telefonia celular, ainda estatal. Chorei de raiva ao ver que a TELERJ CELULAR só distribuía aparelhos para apadrinhados, mesmo assim, custando US$2 mil. Fui comprar meu primeiro celular, um Nokia 232, no Espírito Santo, onde a TELEST dava show, mostrando como uma operadora pequena podia ser ágil e eficiente. Tive Chromas, tijolões, Razrs e hoje estou de lua-de-mel com os Symbians. Tive Palms, Cliés e Axims. Minha relação com a tecnologia é entre amor e ódio. Ao mesmo tempo que alguns dos piores momentos de minha vida foram revelados por causa de tecnologia (e a incapacidade de 3os em utiliza-la de forma discreta) esses brinquedos me proporcionaram momentos maravilhosos. Por causa da tecnologia e dos gadgets pude conhecer meus amigos trekkers de SP, Hilton e Patrícia, hoje em Houston, o pessoal das listas de Palm.

cc

Eu e o Morróida.

Melhor não tentar entender.

 

O Futuro

2006 foi um ano dedicado aos blogs, completamente sabático. Devo dizer que foi muito bem-sucedido, além das minhas expectativas racionais (as irracionais nunca são atingidas). O Contraditorium foi escolhido pelo IDG Now como um dos 10 blogs mais populares da Internet Brasileira, estou tirando meu sustento dos blogs, tenho por volta de 20 mil visitantes únicos / dia e meu faturamento cresce quase 20% ao mês.

2007 será um ano a ser lembrado, pois voltarei á  área editorial, entre outras surpresas.

Pretendo viajar mais que nunca, uma espécie de blogueiro errante, com direito á  musiquinha do seriado do Hulk ao fundo e tudo. Há muita gente a visitar, locais a conhecer, ofertas de cerveja a cobrar.

Só lamento pelos que previram meu amargo fim. Os boatos de minha morte foram um tanto exagerados, caros “amigos”. Melhor sorte da próxima vez.

43 comments

  • Alexis (8 years)

    Cardoso:

    Muy bueno, la verdad que me encanta como escribe. Claro lo que percibo de lo que escribe. :)

    En cuanto a la primera foto, creo que se debe a que tiene una muy buena fotógrafa, o de lo contrario la cámara toma lo que perciben los ojos de quien la tiene… ;)

    Debido a la diferencia de idioma lo hago cortito, felicitaciones por el blog, y buena suerte en el recorrido.

    Un idioma universal (emoticons) (y)
    Saludos

  • Roberta Cunha (8 years)

    mt bom

  • Martin Sarracena (8 years)

    Gostei, Cardoso.
    Matei a curiosidade sobre á  vida e obras do Senhor das trevas digitais, Mestre do Mouse Escarlate, e Guardião do Teclado Dourado.
    Vida Longa e Próspera!!

  • Richardson (8 years)

    Opa.

    Apesar dos “atritos” na MSF, você parece ser um cara legal. :)

    Aqui em Vitória o negócio é bem mais parado quando se trata de “mundo sem fio”, fazer o que.

    PS: dá um jeito nesse textarea do comentário que está maior que a tela. ;)

    Inté.

  • [...] * O Blogueiro insatisfeito é o Carlos Cardoso, nosso colega. [...]

  • [...] * O Blogueiro insatisfeito é o Carlos Cardoso, nosso colega. [...]

  • ae, cardoso
    quando lí tuas participaões na lista “blogosfera”, pensei: sugeitinho metido a besta… arrogante… trata todos como ignorantes… té querendo o que numa lista de “blogueiros”…
    e agora, quando lí teu perfil, fiquei com inveja… entendi “pq vc naum” gosta de quem não sabe pensar…
    fiquei com inveja dos teus conhecimentos porque sou um “vovonauta” (perdoe o termo…) que nasceu fora do tempo em que gostaria de ter nascido: pelo menos no limiar da “era do conhecimento”…
    parabéns pelo que tu já conheces e, principalmente, pelas perspectivas de conhecimento (e de vida…)que tens…
    quanto amim, peço que não sejas (tão) exigente por me considerar um blogger em potencial… como não tenho mais tempo de vida útil para tentar conhecimentos técnicos, sou um pesquisador (via internet) do blogging enquanto instrumento de conversação, de troca de conhecimento, de ferramenta social, de meio de expressão, etc., etc.,…
    um cordial abraço e (talvez…) nos “vejamos” na lista “blogosfera”, que, por enquanto, estou observando para ver se não vai dar com “os burros n’água” como a que a antecedeu…
    tchau
    jotaesse

  • [...] Quando penso em blogueiro sempre me vem a mente Carlos Cardoso. No Contraditorium ele posta sobre assuntos diversos passando por reviews de informática, tutoriais, cotidiano, pro-blogging e outras coisas. Além disso faz sobrar tempo para outro blog pessoal e ainda participa do MeioBit. [...]

  • Nathália (8 years)

    Vc deve ser uma pessoa muito legal!!!
    huahuahauhauhauahuahuahuah
    bjos

  • Aelson (8 years)

    Você é de curitiba também ? qual bairro ? :)

  • Keila (8 years)

    Adorei sua biografia!Demais!
    Abs!

  • Harmonia (8 years)

    È IMPORTANTE TRANSFORMARMOS IDÉIAS EM SÓLIDOS ALICERCES, MAS PRECISAMOS, SOBRETUDO, ESTARMOS PREDISPOSTOS A INOVAR.

    LUZ E PAZ!

  • Michele Barros (8 years)

    Olá Cardoso, Infelizmente não entendo nada de blogs e companhia, para concluir uma opinião. Estou sozinha em meu escritorio caçando o q faze ás 19:11h. Já pulei do site de vidas passadas até site de cachorrinhs. Mas me deparei não sei pq e nem como com a sua biografia.
    Mas sua historia de vida mostra q vc não tem medo de novidades, e ao primeiro “assunto pé no saco” se manda. É isso aí, não perca tempo com as poucas coisas q nos oferecem. Curta a vida.

    Michele Barros

  • Carlos Dither (8 years)

    O Cardoso muito boa sua explicação um conselho não ligue para que os idiotas e os soberbos acham de você você 10

  • carlos cesar (8 years)

    Eu sabia! Tinha certeza que vc era um cara legal Cardoso! Conheci vc indiretamente há alguns meses atrás através de um livro que me foi emprestado (HTML 4 de 1999)e somente agora decidi ler o livro o qual achei interessantissimo, despertou meu interesse por aprender html e de saber mais sobre vc! Sua biografia tá muito show, eu diria ‘show de bola’; também sou do RJ e moro no DF, prefiro o RJ mas fazer o q né…Parabéns e não deixe de viver intensamente a sua família cara é isso aí!
    Ps: tá escrevendo alguma coisa nova? Me amarrei na tua forma de expressar conhecimento, acho q a tua praia está é aí meu!

  • Jossimar G Cardoso (8 years)

    Cara adorei teu blogg, muito interesante e explicativo. Parabénssss

  • adryelly sanges (8 years)

    voce esta namoprando agora

  • Aluisio Mendonça (8 years)

    Carlos: Li e gostei de conhece-lo através de sua página.
    Sou corretor de seguros e uso, há anos, um Palm, atualmente estou com o Tungsten E 2.
    Posso saber em que cidade você mora ?
    Dá suporte ou consultoria ?
    Estou com dificuldade com Banco de Dados.
    Já gastei horas e horas na Internet, encontrei diversos, mas esbarro na dificuldade do inglês e em configurar o lay out dos programas demo.
    Tem alguma pista para me ajudar ?
    Agradeço a sua atenção
    Aluisio mendonça
    Tel/Fax : 21-2224-9108 2232-3402 8894-6399
    meucorretor@hotmail.com

  • Foxy (7 years)

    Comentário de Harmonia

    Cardoso:

    Gostei muito do poder de síntese de um dos seus leitores, que sem querer, acabou definindo o futuro da atitude harmônica que devemos ter para a sobrevivência digital:
    Resumindo,,,
    É importante transformarmos IDÉIAS EM SÓLIDOS (hummmm, prá quem é arquiteto, como eu, outra pérola), mas aí vem o conteúdo mais Negroponte ainda: “PRECISAMOS ESTARMOS” predispostos a inovar.

    Enfim, eis o conceito da “Concordância Harmônica”, Pura Pathaphisica…sensacional

    LUZ (O caminho que a luz percorre) E PAZ (aquela do John e da Yoko ?)

  • Sintian (7 years)

    Olá Carlos

    Sou professora e trabalho com Informática Educativa. Acredito que os blogs podem se tornar um excelente recurso pedagógico para favorecer a aprendizagem nas escolas. Cheguei aqui por curiosidade e acabei me identificando com seu blog. Ele já está entre meus favoritos!
    Abçs
    Sintian

  • [...] Cardoso, o publicitário carioca e também analista de sistemas diz: Quando você receber essas fotos por email, daqui a uns 4 ou 5 dias, lembre-se: “As pessoas QUEREM acreditar. Nós que temos um mínimo de discernimento, temos o Dom da Palavra, precisamos ter consciência de que não só grandes poderes trazem grandes responsabilidades. Pequenos poderes também.” [...]

  • levy (7 years)

    Parabéns pelo blog, pelos assuntos, pela controvérsia e pelo humor. Vou estar aqui sempre, seja eu classificado como Troll ou não.

    Gostaria de uma opinião sua. Você se declara, acima, em lua de mel com a plataforma symbiam. Estou justamente numa encrusilhada tecnológica. Já vim dos Palms, uso hoje um Ipaq (portanto, winCE) e estou na iminência de adquirir um Qtek TYTN. Mas me deparei, tb, nas minhas pesquisas, com o P990i.

    Este traz uma série de vantagens: tem rádio FM que muito me interessa, uma imagem muito maravilhosa de 256k de cores. Mas parece não ter um processador tão poderoso alem de apresentar dimensões superiores á s do TYTN, por causa do qwerty que nao é embutido.

    A plataforma symbiam é tão mais leve e desenvolvida que elimina a necessidade de um puta processador? vc tem algum argumento fundamental que me demova (da idéia) ou me incentive a optar pelo TYTN? Gostaria de te ouvir antes de fazer essa opção de leigo. obrigado

    Em tempo: desculpe postar essa pergunta aqui, mas não achei outro link ou email desconectado do assunto “perfil”. Pode apagar ou nem publicar este registro, se quiser. valeu.

    Ulysses

  • Marco Grizente (7 years)

    Carlao a ausencia do SINTUFERJ foi proposital?
    ou vc ja se esqueceu da fase negra e insetivara da vida? :)
    Mas muito bom,mnde o tel. ne cara!!!!!!

    Abraços.

  • [...] O interessante é que na hora nem me liguei que ele foi escrito pelo Cardoso. Só depois de dar uma folheada (relembrando o conteúdo) é que vi o nome do autor! [...]

  • Edney Alessandro (7 years)

    Bom e velho Cardoso…

    Oooops… não tão velho assim, hehehehe.

    Ou deveria dizer videomaster? até agora não consegui identificar se vcs são a mesma pessoa…

    É sempre um prazer ler seus textos.

    Um grande abraço.

  • [...] O que me chamou a atenção quando estava passando as indicaões da Cris foi o nome Contraditorium… Textos bem escritos e com uma acidez nota 10! Procurei então mais informaões sobre o autor e caí no blog do Carlos Cardoso. [...]

  • [...] Carlos Cardoso, autor do Contraditorium, CarlosCardoso.com e participante do MeioBit, conversou por pouco mais de 25 minutos para a série de entrevistas que venho fazendo sobre blogs (antes dele, Cris Dias e Marcelo Glacial foram as vítimas). [...]

  • [...] O Cardoso, além de ser um bom companheiro de copo (role um pouco a tela) e também de ornamentos cranianos (piada interna detected), também está profundamente interessado em me ajudar na compra da minha Ferrari. [...]

  • [...] Meu irmão Helder, lá em Montes Claros, leitor deste blog (segundo ele) deve está se indagando: “Mas quem eh Cardoso? Algum político?” Pois bem, caro irmão, Cardoso é um cara que tem 2 blogs muito interessantes (Cardoso / Contraditorium), e é uma referência no meio (listado entre os 10 blogs mais populares do Brasil pelo IDG). Me influenciou (e ainda influencia) com suas dicas, e ainda lucra uma boa grana com seu blog (todos aqui já sabem que adoro dinheiro, não?). [...]

  • [...] Fica aqui o nosso muito obrigado ao Carlos Cardoso pela exposição do Cavanhas Cavanhas . Com.Compare Preços de:  DVD, filmes, celulares, notebooks, câmeras, games, Wii, PS3  no Buscapé [...]

  • [...] que escrevem sobre tecnologias são aqueles meninos que nas décadas de 80 e 90 que deram os primeiros passos no estudo do novo DNA humano (as linguagens de programação) e dessa [...]

  • [...] bela opinião de Carlos Cardoso referindo que nós brasileiros queremos ganhar dinheiro, mas estamos com a criatividade em baixa [...]

  • [...] bela opinião de Carlos Cardoso referindo que nós brasileiros queremos ganhar dinheiro, mas estamos com a criatividade em [...]

  • [...] Cardoso, el publicitario carioca y también analista de sistemas dice: Cuando usted reciba esas fotos por correo electrónico, de aquí a unos 4 o 5 días, acuérdese: “Las personas QUIEREN creer. Nosotros que tenemos un mínimo de discernimiento, tenemos el Don de la Palabra, necesitamos tener consciencia de que no sólo grandes poderes traen grandes responsabilidades. Pequeá±os poderes también.” [...]

  • Anonymous (6 years)

    real sex magazine 47…

    real sex magazine 47…

  • [...] não entendo como um cara tão esclarecido como o Cardoso não falou nada sobre tal imbecilidade. Outros comentários bem menos idiotas foram veementemente [...]

  • [...] Marco Gomes e o Cardoso foram gentis o suficiente para fazer uns bootlegs da apresentação, atitude que agradeço muito e [...]

  • [...] não entendo como um cara tão esclarecido como o Cardoso não falou nada sobre tal imbecilidade. Outros comentários bem menos idiotas foram veementemente [...]

  • @AndreTaki (2 years)

    Você me disse a uns dois anos que ia atualizar essa bio, mestre. Estamos no aguardo.

  • Flavio (2 years)

    Cardoso,

    Acompanho sempre suas postagens por aqui e no Meiobit. Parabéns pelos textos que são sempre muito bons.

    Abraços,

  • Sarracena (2 years)

    Caro Cardoso:
    Relendo sua biografia, (sempre edificante) vejo que pretende viajar e cobrar cervejas esquecidas. Espero que quando venha aqui no sul, lembre de me cobrar algumas. Assim poderemos conversar sobre qualquer assunto. Será um prazer recebé-lo na minha cidade.
    Me avise pelo twitter, e mandarei meu telefone em pvt para seu e-mail (embora acho que você já o anotou).
    Vida Longa e Próspera!

Go to Top

Switch to our mobile site