Esse livro, pelo que me informaram é uma espécie de Twilight erótico, com toda a (falta de) qualidade que isso implica. Pelo pouco que vi é só mais um lixo pseudo-pornográfico escrito para aplacar furor uterino de solteironas, mas ao menos rendeu a pérola abaixo: Gilbert Gottfried, com a sua voz inconfundível do papagaio de Alladin recicla lixo em poesia pura.

Leia Também: