Eu me recuso. Os trocadilhos são infames demais e se entrar nessa vou acabar montando um kibe pra mim.

Tentando de novo, sem trocadilhos.

A W/Brasil fez uma campanha para a sandália Ipanema Gisele Bündchen utilizando como tema a água.

O filme usa uns efeitos práticos muito bonitos, com uma tecnologia de um gringo que cria uma “impressora de água”, criando desenhos e textos em gotas de água que caem. Algo óbvio, simples, facilmente reproduzivel e que ninguém havia pensado antes. Para ver o filme, visite este post no Portal da Propaganda.

A parte gráfica da campanha também está muito legal, mas foi feita com uma dublê de corpo, baldes de água e muito, muito Photoshop. 6 meses de Photoshop, segundo a matéria.

Na execução dos anúncios, a top foi fotografada em Nova Iorque – de biquíni – em diversas poses, por Paulo Vainer. No Brasil, uma outra modelo com características semelhantes foi clicada por Ricardo Zuffo ao mesmo tempo em que baldes d´água eram despejados e lançados sobre seu corpo. O trabalho de composição levou seis meses, a partir da técnica de sobrepor a água do corpo da modelo ao corpo de Gisele.

Será que não trocaram simplesmente as cabeças? Seria mais fácil, mas como não estou com o anúncio (nem a Gisele) por perto, não dá pra conferir.

carloscardoso-giselle2.jpg

No site há uma imagem frontal, que me deixou assustado. Na melhor das hipóteses a Gisa é adepta da depilação “brazilian”, na pior das hipóteses ela é a Barbie. E convenhamos, Gisele Bündchen sem perseguida seria uma espécie de… cerveja sem álcool, ou “uma abominação diante de Deus”, como diziam antigamente. Que seja “brazilian”, que seja “brazilian”!

Fonte: Caixa Preta (visitem, é bom)

Leia Também: