Drawn.Together.101.Hot Tub.avi - 00024.jpg

Drawn Together é fruto da mente doentia de Dave Jesser e Matt Silverstein, e faz South Park parecer brincadeira de criança. É uma espécie de Reality Show de personagens animados, com direito a produtores (judeus) se comunicando por alto-falantes, clipes montados, provas e até confessionário. Os personagens são paródias e estereótipos clássicos, como um Super Herói, uma princesinha da [BP]Disney[/BP], um herói de [BP]videogame[/BP] (gay), um [BP]Pikachu[/BP] e uma cantora/detetive fruto da blaxploitation. No primeiro episódio Foxxy Love se irrita tanto com os comentários racistas não-intencionais da Princesa Clara que resolve fazer justiça com as próprias mãos. E a língua, protagonizando o beijo acima, na verdade todo um [BP]musical[/BP], parodiando “A Whole New World”, de [BP]Alladin[/BP], com o título “Black Chick’s Tongue”.

Se você acha que isso foi pegar pesado, acredite, não viu nada. Adiante, bem mais sobre o desenho, inclusive um vídeo da cena acima.

Drawn.Together.101.Hot Tub.avi - 00008.jpg

Os Participantes

Drawn.Together.101.Hot Tub.avi - 00000.jpg

Clara é uma típica princesa Disney. 20 aninhos, criada no palácio do Rei, perdeu a mãe quando o pai bateu com a carruagem, por dirigir embriagado. A Madrasta malvada colocou uma maldição, sua vagina transformou-se em um monstro de tentáculos, a Octopussoir (é francês) que além de aterrorizar os pretendentes, ajuda os vizinhos, contribúi com dinheiro para a caridade e lava pratos.

Ela é racista, preconceituosa, mais WASP impossível. No primeiro episódio tem várias brigas com Foxxy Love antes dela perceber que Clara não era ruim, apenas repetia o que o pai havia ensinado. Daí a cena do beijo, para complicar a cabeça da princesa.

Ela é extremamente ingênua, mas de vez em quando fica muito, muito malvada. Também é religiosa fundamentalista, diz que é “muito mais que amiga” de [BP]Jesus[/BP] e tem pena dos amigos gays, que queimarão nos poços do Inferno.

Drawn.Together.101.Hot Tub.avi - 00002.jpg

Foxxy Love é uma versão da Valerie Brown, de Josie e as Gatinhas, música e detetive de mistérios. É vítima preferida dos comentários não-intencionalmente racistas de Clara, como “não sei pq Foxxy brigou comigo. Não tenho culpa de ela ter nascido negra”.

Foxxy é uma Sex Machine que daria uma canseira no Shaft. Também é a participante mais inteligente da casa, sendo classificada por Wooldoor como “a única pessoa da casa que não é completamente retardada”. A cena em que Foxxy ensina Wooldoor a se masturbar deveria ser passada em todas as escolas de 1o e 2o Graus.

Drawn.Together.101.Hot Tub.avi - 00001.jpg

É um bicho esquisito, o mais cartunesco dos personagens. Óbvia paródia do Bob Esponja. Funciona como uma espécie de coringa, aparece como detetive, padre e até [BP]cirurgião plástico[/BP], quando cuidou da “Vaginal Makeover” de Clara. Embora de idade indefinida, está chegando na puberdade, o que rendeu um episódio delicioso, onde o fruto de sua masturbação, os “clumb babies” apresentam poderes curativos mas são perseguidos por vegetais cristãos fundamentalisas.

Drawn.Together.101.Hot Tub.avi - 00003.jpg

Uma personagem em preto-e-branco, dos anos 30, Toot é uma Betty Boop piorada. Já passou do prazo de validade, quando tira a blusa invariavelmente alguém vomita. É glutona, com excesso de celulite, desesperada por atenção e verdadeira bitch quando quer. No primeiro episódio aparece cortando-se com uma gilete. “á s vezes eu me corto, para aliviar a dor”.

Também se envolveu com bulimia e tentou ajudar Clara a provocar um aborto, quando esta achou que estava grávida (por causa do beijo de Foxxy). Para isso, empurrou Clara da escada. Na sala M.C. Escher.

Drawn.Together.101.Hot Tub.avi - 00004.jpg

Ling Ling é um [BP]Pikachu[/BP], descarado. Só que também é um oriental, com todos os clichês possíveis, como ser geneticamente privilegiado em matemática, falar trocando os Rs e ser péssimo dirigindo. Ling Ling fala em um dialeto que mistura japonês, coreano em ingrês. É constantemente mal-interpretado pelos outros, mas entende a todos perfeitamente. Embora seja participante do programa, todo mundo se referencia a ele como “it”, como se fosse algum animal doméstico. Na verdade ele tem até caixa de areia.

Drawn.Together.101.Hot Tub.avi - 00005.jpg

Xandir é uma paródia de Link, do Legend of Zelda. Vivia repetindo “estou em uma saga interminável para salvar minha namorada” até perceber o que todo mundo já sabia, que ele era totalmente gay. Ler Cosmopolitan, fazer trancinhas na Clara e usar mini-[BP]tangas[/BP] cor-de-rosa talvez seja um indicativo disso.

Curiosamente Xandir não é vítima de homofobia, não há nenhuma discriminação na casa, mesmo quando ele se casa com Spanky Ham para que este consiga um plano de saúde. Só que isso não é imunidade diplomática, Xandir é constantemente sacaneado pelos outros personagens, principalmente os masculinos. Mesmo tendo passado por momentos puramente Brokeback Mountain com o Capitão Hero.

Seu “movimento especial”, um salto com giro e barulho de videogame de 8 bits é, em verdade, totalmente gay.

Drawn.Together.101.Hot Tub.avi - 00006.jpg

Spanky Ham é um porco. Em todos os sentidos. Responsável pelo humor escatológico da série, não perde a chance de atrapalhar uma cena com alguma emanação desagradável. “por quê destruo tudo que é bonito?”

Ele não é um personagem de primeira linha, é um cartoon em [BP]Flash[/BP] baixado da Internet. Também é absolutamente tarado, fazendo piadas de duplo sentido o tempo todo. Colocou Ling Ling para trabalhar em uma sweatshop, entre outras tentativas de ficar rico. Quando saiu do programa foi trabalhar como negociador da polícia, mas sempre chegava atrasado. Ah sim. Ele é muçulmano.

Drawn.Together.101.Hot Tub.avi - 00007.jpg

Seu planeta explodiu, os pais o mandaram em um foguete, ainda criança, para a Terra, onde foi criado por um casal de fazendeiros… ele voa, tem visão de calor, super-força… lembra alguém?

Errado. Capitão Hero é o herói mais bundão do universo, segundo uma pesquisa. Seus pais mentiram pra ele, na verdade é fruto de uma gravidez não-planejada. Foram para o planeta Mexicanus, onde a mãe realizou um aborto, e a criança foi lançada no Sol, mas por algum erro o foguete desviou e veio parar na Terra.

Isso é contado com direito a uma quadrinização idêntica á  origem do SuperHomem, inclusive no estilo do desenho e na célebre capa da Action Comics 1.

As Cenas

Abaixo algumas cenas clássicas do primeiro episódio:

Drawn.Together.101.Hot Tub.avi - 00009.jpg
Ling Ling no confessíonário. Acha que é uma competição de vida ou morte.

Drawn.Together.101.Hot Tub.avi - 00011.jpg
Afastando as brigonas, Capitão Hero tira uma casquiha

Drawn.Together.101.Hot Tub.avi - 00016.jpg
Em uma festa regada a tequila, que melhor que uma luta até a morte entre dois Smurfs?

Drawn.Together.101.Hot Tub.avi - 00017.jpg
Na cena da piscina, Xandir ainda não sabe que é Gay. Olhe a tanga dele e tire suas conclusões.

Drawn.Together.101.Hot Tub.avi - 00019.jpgDrawn.Together.101.Hot Tub.avi - 00020.jpg
Drawn.Together.101.Hot Tub.avi - 00021.jpgDrawn.Together.101.Hot Tub.avi - 00022.jpg
A famosa cena do beijo. Note a reação de Spanky Ham, o porco.

Drawn.Together.101.Hot Tub.avi - 00023.jpg
Final do clipe da música “Black Chick’s Tongue”

VideoClips

Drawn Together está bem presente no YouTube. Vejamos alguns clipes..

Black Chick’s Tongue

Cenas Deletadas (do DVD)

La-la-la-la-labia – para quem nunca viu a vagina de uma princesa da Disney

Lista de episódios (2 primeiras temporadas)

  1. Hot Tub
  2. Clara’s Dirty Little Secret
  3. Gay Bash
  4. Requiem for a Reality Show
  5. The Other Cousin
  6. Dirty Pranking Number 2
  7. The One Wherein There Is A Big Twist (1)
  8. The One Wherein There Is A Big Twist (2)
  9. Foxxy vs. the Board of Education
  10. Little Orphan Hero
  11. Captain Hero’s Marriage Pact
  12. Clum Babies
  13. Ghostesses in the Slot Machine
  14. Super Nanny
  15. Terms of Endearment
  16. Captain Girl
  17. A Tale of Two Cows
  18. Xandir and Tim, Sitting In a Tree
  19. The Lemon-AIDS Walk
  20. A Very Special Drawn Together Afterschool Special
  21. Alzheimer’s That Ends Well
  22. The Drawn Together Clip Show

Onde Assistir

A série, segundo a Wikipédia, passa no Multishow, aos sábados durante a noite. Nos EUA está disponível no Comedy Central, em DVD (primeira temporada) e, claro, nos torrents da vida.

Liões de Moral

Não há. Drawn Together segue uma linha oposta em relação a South Park. Os produtores deixaram bem claro que não querem passar lição de moral. A série é de humor, baseada em estereótipos e exagero. Se há alguma lição aqui, fica a cargo do espectador, ao perceber o quanto os personagens agem de forma ridícula, quando são racistas ou preconceituosos.

Isso funciona, a meu ver, muito bem.

Conclusão

É uma série referencial, com toneladas de citaões da cultura pop, política e movimentos sociais. Foxxy comenta em um episódio que não se preocupa com gravidez indesejada, graças a Roe vs Wade. Em outra Spanky diz que ele e Ling Ling (que é Japonês) foram uma dupla excelente, como Fat Man e Little Boy.

Quem gosta de humor referencial (sem ser pura chupação de idéias antigas) e politicamente incorreto, além de ter um desejo secreto de ver esses personagens tão puros e certinhos agindo feito gente normal, vai adorar Drawn Together.

Se não gostar, provavelmente vai se ofender horrivelmente com episódios como The Other Cousin, onde a prima retardada da princesa Clara aparece para visitar a casa, e para deleite dos marmanjos é um mulherão, com os inconvenientes de babar e só falar trechos de senhas do filme I Am Sam. Ruim? E que tal repetirem a cena das almôndegas do Dama e o Vagabundo, com um fio de baba?

bleh.jpg
Bleh, a prima da Princesa

Technorati : , , , ,

Leia Também: